Fábio Ramalho, oriundo de Vieira do Minho, é licenciado em Bioquímica e tem mestrado em Bioinformática. Acredita na música de raiz tradicional, pela sua genuinidade e beleza enquanto plena. Activo explorador de música do mundo, defende a diversidade na música de raiz popular em Portugal como um cunho identitário cultural. Toca amadoramente instrumentos como o acordeão, a braguesa e o cavaquinho, entre outros. Aprecia particularmente cantos polifónicos em vozes femininas. É membro activo em diversos grupos culturais da Universidade do Minho. Desempenha cargos directivos na ARCUM - Associação Recreativa e Cultural Universitária do Minho e no CAVA - Clube Amigos de Vieira.

Em conjunto com o Diogo Martins, articulou e geriu a logística e produção nas gravações do Tiago no concelho de Vieira do Minho, gravando mais de 20 projectos durante quatro dias ininterruptos.

Vieira do Minho, Braga, Baixo Minho

Ir para Braga