"Verão de 2011, gravava o meu filme para Guimarães Capital da Cultura. Desde o início de tudo que sabia que queria gravar no exterior, documentar o que está à volta faz com que o projecto seja mais rico, a paisagem está em contínua transformação e muda radicalmente muitas vezes apenas em 5 km.

As senhoras queriam gravar num espaço fechado, feio que não as ia dignificar e que tanto podia ser ali como na china. Fiz birra, fiz mesmo birra disse que era realizador e que não podia ser, gozaram com a minha birra que foi exagerada, mas levámos as senhoras de carro para a Citânia de Briteiros que estava cheia de folhas, cheia de luz, as folhas estavam imaculadas, muitas senhoras tinham dificuldade em andar mas ainda assim as ajudámos e gravámos.

Tenho a certeza de que esse esforço as dignificou mais que se tivesse gravado onde elas queriam. Muitas vezes estou duas horas à procura do local ideal para gravar, é amanha teimosia que se encontra com o meu olhar mas que faz com que estes vídeos sejam diferentes dos demais."

Tiago Pereira, 28 de Maio de 2017

Guimarães, Braga, Baixo Minho

Ir para Braga