Arões, a freguesia mais afastada do Concelho de Vale de Cambra que, embora integrada na Beira Litoral, sofre já as marcas serranas da sua interioridade, viu nascer, em 1997 o Grupo de Folclore “Terras de Arões”.
Sem certezas futuras, a verdade é que se deu início a um intenso trabalho de recolhas junto das comunidades mais idosas da freguesia e uma após outra, as danças e os cantares de outrora renasceram, usos, costumes e modos de vida reavivaram-se e o Passado tem vindo a fundir-se com o Presente.

Está inscrito no RNAJ, filiado no INATEL e é membro efetivo da Federação do Folclore Português, integrando a região etnográfica do Douro Litoral Sul. Ao longo do tempo, tem desenvolvido actividades culturais de particular relevância e levado a palco, um pouco por todo o país e além deste, a cultura aroense.

A nível polifónico efectuou criteriosas recolhas de cantadas, tendo editado um livro “Raízes que se herdam”, com cerca de 80 “cantadas”, e um CD com o mesmo nome, onde se registaram 43, com as vozes das mulheres mais idosas da freguesia.

Castelo de Vide, Portalegre, Alto Alentejo

Ir para Portalegre