Com a característica alma das gentes raianas, nasceu este grupo em terra de zamburras, adufes e mentes livres para criar e recriar músicas de amores e dissabores passados no mundo rural. A Zebreira foi o berço perfeito. Utilizando toda a sua criatividade, estas mulheres de luta e conquistas, criam os seus próprios instrumentos de percussão (zamburras, cabacinhas, reco-recos de conchas, de madeira e de caricas) que manuseiam na perfeição utilizando-os de suporte às maravilhosas vozes das mulheres raianas.

Fonte: http://sacasons.blogspot.pt

Idanha-a-Nova, Castelo Branco, Beira Baixa

Ir para Castelo Branco