"Talvez a minha estranheza me obrigue a uma diferença que pouco se aceite, num mundo de cada vez mais individualismo e superficialidade, incomoda-me que se perca tempo a destruir e a olhar de cima, em vez de se querer entender, aprender, apreender, pensar, interrogar e mais do que tudo ouvir e predispor-se a ouvir. Quando divago pelo país sou muitas vezes confrontado com uma lucidez das pessoas que me ultrapassa e me faz pensar que somos tão pequenos nos nossos mundos. Eu sou pela pergunta e pela poesia e pelo respeito pelo outro, pelo que posso aprender com ele. O José Caneira naquela manhã no meio da Ria ao lado da Murtosa, ensinou-me muito. E o homem é um verdadeiro filósofo."

Murtosa, Aveiro, Beira Litoral

Ir para Aveiro