"Lídia, Perais, Vila Velha de Ródão, nasceu em 1933, sempre fez versos e cantava muito cantigas dos anos 40/50, deixou de cantar porque perdeu o prazer nisso e também a voz, morreu-lhe o marido e depois o filho. Vivia sozinha uma casa grande e fria, mostrou-nos a casa, as fotografias e os discos, tinha mais de 100. Mal começámos a gravar disse-me que tinha o disco do meu pai, que era um homem muito bonito, tal como a capa, em que na parte da frente vinha de frente e na parte de trás vinha de trás. Foi uma bela tarde."

Tiago Pereira, 20 de Janeiro de 2018

Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Beira Baixa

Ir para Castelo Branco