Raquel Dutra, nascida em Março de 1984, natural de Ponta Delgada, iniciou a sua atividade musical a solo em Janeiro de 2007, enquanto intérprete de fado, atividade que ainda hoje desenvolve, vindo a descobrir, na música lírica açoriana, a sua maior afirmação como artista.

Personificando, em nome próprio, o projeto musical formado pela viola da terra (Adílio Soares), guitarra acústica (Jorge Dutra), bandolim e voz (Raquel), desde a sua formação, o grupo tem encetado esforços para desenvolver uma contínua recolha de música tradicional açoriana que tem vindo a ser, gradualmente, alargada e enriquecida com arranjos próprios. De origem maioritariamente desconhecida e pouco divulgada, fazem parte do seu repertório, temas oriundos das ilhas Santa Maria, São Miguel, Terceira, Faial, Pico, São Jorge e Flores, compilados no CD Cantos do Mar e da Terra, apresentado ao público, no Teatro Micaelense, em Novembro de 2012, bem como no Centro Municipal de Atividades Culturais, em Nordeste, em Dezembro do mesmo ano.

Do seu percurso na música salientam-se a passagem pelo Grupo de Cantares de Nordeste, assim como pela Tuna Mista da Escola Superior de Enfermagem de Ponta Delgada, enquanto elemento fundador e solista vencedora de dois prémios na categoria, e a sua breve formação em Guitarra Clássica pelo Conservatório Regional de Ponta Delgada.

Da sua atividade a solo, salientam-se a participação em diversos eventos de cariz cultural local e nacional, presenças em programas televisivos e radiofónicos com emissão regional, nacional e internacional e ainda as atuações em colaboração com vários artistas, entre os quais, Tête Plongeant, Helena Oliveira, Nélia Freitas, Rafael Carvalho, Pedro Paquete, Carlos Frazão, Diogo Silva, Rui Sousa, Lázaro Raposo, Rúben Torres.

Ponta Delgada, São Miguel, Açores

Ir para São Miguel