Chamaste-me extravagante 

Abril 14, 2018

Castelo de Beja

Beja, Beja, Baixo Alentejo

Ir para Beja

Chamaste-me extravagante

Toda esta noite eu caminho
Por estradas tão medonhas
Toda esta noite eu caminho
Por estradas tão medonhas

Sempre sonhando contigo
Só tu comigo não sonhas
Sempre sonhando contigo
Só tu comigo não sonhas

Chamaste-me extravagante
Por eu ter uma noitada
Eu sou um rapaz brilhante
Recolho de madrugada

Recolho de madrugada
Mesmo agora neste instante
Por eu ter uma noitada
Chamaste-me extravagante

Eu não sabia cantar
Ensinou-me o meu amor
Eu não sabia cantar
Ensinou-me o meu amor

Quando lhe pagarei eu
Esse tão grande favor
Quando lhe pagarei eu
Esse tão grande favor

Chamaste-me extravagante
Por eu ter uma noitada
Eu sou um rapaz brilhante
Recolho de madrugada

Recolho de madrugada
Mesmo agora neste instante
Por eu ter uma noitada
Chamaste-me extravagante