Senhora do Almortão 

Fevereiro 12, 2011

Nova Oeiras, Oeiras, Lisboa

Lisboa, Lisboa, Estremadura

Ir para Lisboa

Senhora do Almortão

Senhora do Almortão
Senhora do Almortão
Oh minha linda raiana
Virai costas, virai costas a Castela
Virai costas a Castela
Não queiras ser castelhana

Senhora, senhora do Almortão
Senhora do Almortão
A vossa capela cheira
Cheira a cravos, cheira a cravos, cheira a rosas
Cheira a cravos, cheira a rosas
Cheira a flor de laranjeira

Senhora do Almortão
Oh minha linda raiana
Virai costas a Castelas
Não quereis ser castelhana
Senhora do Almortão
A vossa capela cheira
Cheira a cravos, cheira a rosas
Cheira a flor de laranjeira

Senhora, senhora do Almortão
Senhora do Almortão
Eu pró o ano não prometo
Que me morreu, que me morreu o amor
Que me morreu o amor
Ando vestida de preto

Senhora do Almortão
Eu pró o ano não prometo
Que me morreu o amor
Ando vestida de preto

Senhora do Almortão
Senhora do Almortão